Gestação

4 chás que grávida não pode tomar

Escrito por Mammybelt

Existe uma grande variedade de infusões feitas com ervas medicinais. Algumas podem trazer benefícios ao corpo ao atuar como analgésicos e anti-inflamatórios, mas outras têm efeitos negativos, especialmente no delicado período da gestação. Pensando nisso, resolvemos falar sobre os chás que grávida não pode tomar.

Os exemplos que mostraremos neste post podem causar alterações na formação do bebê ou induzir um processo abortivo. É claro que, para tanto, as quantidades ingeridas precisam ser altas. Por isso, o ideal é sempre contar com seu médico para tirar todas as dúvidas, tudo bem?

Então, vamos lá!

1. Chá de Canela

Sabe quando a sua menstruação ficava atrasada e sua mãe falava para tomar chá de canela? Pois então, ela estava certa!

A canela é responsável por provocar contrações musculares no útero. Então, ela realmente ajuda a dar aquele empurrãozinho na menstruação.

Exatamente por isso que ela é contraindicada na gestação. As contrações uterinas podem desencadear um aborto, especialmente no primeiro trimestre.

Também é por esse motivo que muitas mamães recorrem à canela na reta final da gravidez, como se fosse uma indução ao parto natural.

2. Chá de Boldo

Assim como a canela, o consumo de boldo está associado a um aumento nas contrações uterinas. Por isso, pode ampliar os riscos de um aborto.

Outro problema é a possibilidade de provocar malformações fetais. Embora ainda não haja estudos conclusivos, alterações bioquímicas e histológicas no bebê estão associadas à planta.

Se você tem costume de tomar esse chá quando está com a barriga inchada ou dor de estômago, vale a pena buscar outra opção, como remédios indicados pelo próprio obstetra. Afinal, no período da gestação, os gases são mesmo um incômodo frequente.

3. Chá de Arruda

Mais um dos chás que grávida não pode tomar por risco de aborto é o de arruda. Essa planta contém substâncias que estimulam a contração nas fibras musculares do útero. Desse modo, pode tanto causar sangramentos, quanto iniciar um processo abortivo.

Além disso, essa planta é capaz de provocar uma intoxicação quando é consumida em altas quantidades. O excesso pode levar a infecções intestinais, problemas no funcionamento renal e hepático. Então, vale a pena tirar esse chá do seu cardápio.

4. Chá Preto

O chá preto contém teína (ou teofilina), uma substância potente para quando você precisa daquela energia extra. Por estimular muito o sistema nervoso central, seu excesso não é indicado na gravidez — assim como café e chá-mate, que, por sua vez, contêm cafeína, uma parente da teína que é igualmente estimulante.

Não se esqueça de que tudo o que você ingere também vai para o pequeno por meio da corrente sanguínea. Como essas substâncias aumentam a taxa de batimentos cardíacos, podem ser prejudiciais para o bebê, que tem um coraçãozinho ainda muito frágil.

Agora que você já conhece alguns dos chás que grávida não pode tomar, lembre-se de reduzir ou evitar o consumo, ok? Se você é uma amante de infusões e não consegue ficar sem, vale a pena perguntar na consulta médica quais são as quantidades máximas permitidas para que o bebê não corra nenhum risco.

Antes de ir, que tal ajudar suas amigas gravidinhas? Compartilhe este post nas suas redes sociais para que elas também fiquem por dentro desses cuidados!

Sobre o autor

Mammybelt

Deixar comentário.

Share This