Fica a dica

Como deve ser a relação entre cachorro e bebê recém nascido?

Escrito por Mammybelt

Nada mais comum do que um bate-papo sobre como será a futura relação entre cachorro e bebê recém-nascido na família, afinal de contas, tem muito amor envolvido em toda essa história, certo? 

Mas, com a chegada do bebê, surge também a preocupação sobre como será a relação dos dois, independentemente do tamanho e porte da raça do cachorro. Será que eles vão se dar bem ou um terá ciúmes do outro?

Para acalmar seu coração que só complica a ansiedade desse momento, saiba que ter cachorros é uma ótima experiência de aprendizado para a criança, seja no aspecto fisiológico, seja nas questões comportamentais. Então, vamos entender como deve ser essa relação? Leia mais.

Faça uma apresentação gradativa e monitorada

Não é incomum que as pessoas chamem seus peludos de “filhos de quatro patas”, e é assim que eles se sentem, não é mesmo?

Por isso, é importante pensar que, como membros mais velhos da família, precisam digerir a novidade de forma gradativa participando da decoração e organização do quartinho, conhecendo e cheirando o bebê-conforto ou carrinho para bebês, por exemplo.

Na chegada do bebê em casa, é importante que a pessoa com quem ele tem mais afinidade esteja disponível para dar atenção, permitir que ele se aproxime e perceba a nova presença de forma positiva.

Fortaleça a relação entre cachorro e bebê recém-nascido

Esses primeiros contatos podem ser fortalecidos com momentos em que o cachorro se sente parte da nova rotina, como deixar que ele esteja junto ao bebê, continue recebendo carinho e, sempre que possível, ganhe recompensas como petiscos quando estiverem em família.

Isso condicionará o cachorro a compreender que, sempre que estiver próximo do bebê, boas coisas, como ganhar petiscos, podem acontecer.

Estabeleça um ambiente seguro e higiênico

Como bebê e cachorro vão conviver diariamente, é importante conferir se o cartão de vacinas do peludo está em dia, assim como sua higiene e controle de pulgas e carrapatos.

Powered by Rock Convert

Cachorros reconhecidamente mais bravos ou que não estejam adestrados devem conhecer os bebês usando coleiras e guias para não criar momentos de insegurança.

Aliás, por falar em insegurança, é muito importante que os pais e demais responsáveis estejam muito tranquilos para apresentar o cachorro ao bebê recém-nascido, pois, por incrível que pareça, eles percebem as tensões do momento e podem reagir negativamente pela apreensão.

Saiba como amenizar barulhos e latidos

Depois do trabalho de parto e da chegada do bebê, as visitas também ficam mais frequentes, e, para cada uma delas, é comum que o cachorro comece a latir, certo? É preciso entender que esse é um comportamento natural do cachorro e sua forma de comunicar várias mensagens, como tédio, preocupação, estresse, medo etc.

Uma das formas de amenizar os latidos é, justamente, solucionando qual a mensagem da vez. Se ele está latindo para brincar, tente dar um pouco de atenção. Se ele está com medo, ajude a enfrentar e entender que não existe motivo para temer.

Você também pode desviar a atenção dele, por exemplo, oferecendo um brinquedo novo ou petisco em seu cantinho preferido da casa.

Analise se o choro do bebê incomoda seu cachorro

Não é só o latido do cachorro que incomoda o bebê. O contrário também pode acontecer. Por isso, monitore a reação do animal ao choro do seu filho.

Observe, mesmo que durante os cuidados com seu bebê, qualquer sinal de estresse no seu animal por causa do barulho. Isso pode fazer com que ele reaja de maneira diferente do usual.

Essa relação entre cachorro e bebê recém-nascido, na maioria das vezes, é muito positiva. O sistema imunológico dos pequenos se fortalece rapidamente, assim como o amor pelos animais. Crianças com cães aprendem a ser mais afetivas e solidárias, dizem os especialistas. Várias fotos e vídeos nas redes sociais do carinho entre os “irmãos” estão aí e não nos deixam mentir, certo?

Então, gostou dessas dicas para criar uma relação tranquila entre o bichinho de estimação e o bebê? Já passou por esta experiência? Conta pra gente, vai?!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Mammybelt

Deixar comentário.

Share This