Fica a dica Moda Gestante

Moda gestante: como adequar meu guarda-roupa para a gravidez?

moda gestante que roupas usar na gravidez
Escrito por Mammybelt

gravidez é, sem dúvidas, uma das fases mais importantes na vida de uma mulher. Ter mais um coraçãozinho batendo aí muda sua vida em todos os sentidos. No corpo, a principal alteração é o barrigão, que gradativamente vai aumentando e dificultando a escolha de roupas. Por isso, as dicas de moda para gestante são mais que bem-vindas.

Neste post, vamos ajudar você a adequar o guarda-roupa na gravidez sem estresse. E o melhor é que as dicas que trouxemos são úteis mesmo depois que o bebê nascer. Quer saber como continuar linda e confiante, com ou sem barrigão? Acompanhe!

1. Mantenha o seu estilo

Não é porque você está grávida que vai abandonar suas roupas e vestir apenas itens clichês de grávidas, como batas e leggings. Sua feminilidade não deve ficar comprometida e pode ser explorada de acordo com seu estilo. Isso vai levantar a autoestima e proporcionar mais opções na composição dos looks.

Para manter seu estilo, você pode continuar usando suas roupas de antes e investir apenas em peças-chave que sejam confortáveis e que também possam ser usadas após a gestação. Afinal, essa é uma época de muitos gastos com o enxoval do bebê e, por isso, é importante consumir de forma consciente.

2. Invista em tecidos que acompanhem o crescimento da barriga

É possível usar roupas com shape mais justinho, mas fique atenta aos tecidos. Dê preferência a malhas e aos que são feitos à base de elastano. Além de serem mais confortáveis, eles podem ser usados durante toda a gravidez, pois acompanham o crescimento gradual da barriga.

Entre as opções, principalmente no verão, estão os vestidos, que podem ter vários comprimentos, modelagens e estampas/cores.  A moda está bem democrática!!! Uma dica é: dê preferência aos vestidos que permitem a amamentação. Tubinhos também ficam um charme no início da gravidez ou marcando o barrigão (aproveite: agora é a hora de exibir a barriga com orgulho). Caso não fique totalmente à vontade com um vestido mais justinho, só fazer uso de coletes e kimonos. Aí vai dar um charme extra ao look.

Vestido gestante listrado Gabi Mammybelt  Vestido Gestante Tina Mammybelt

3. Dê um novo significado às suas peças 

Se você pensa que agora só pode usar roupas largas e que deve aposentar as peças do seu guarda-roupa, está enganada. Aproveite o momento e invista na sua criatividade para dar um novo significado às peças que já possui.

Você pode sim usar roupas um pouco mais justas, desde que não fiquem desconfortáveis. Aliás, as que marcam a barriga emagrecem mais do que as largas. É possível alongar a silhueta usando camisas sobre regatas de malha bem justinhas e calças jeans ou bermudas, por exemplo. 

Mas, como assim, calça jeans? Eu não preciso comprar uma nova? Não necessariamente. Você pode adaptar sua calça preferida usando extensores de cós e faixas para gestante. Isso vale também para shorts e bermudas. Assim, você mantém seu estilo e dá uma cara nova às roupas que possui. Afinal, a gestação apresenta tantas mudanças, que ter que abrir mão dos seus jeans prediletos chega a ser cruel (kkkk). 

Faixas para grávidas e extensores para grávidas

4. Abuse dos acessórios

Uma ótima forma de valorizar seus looks é usando acessórios. Eles dão um charme a mais e podem ser utilizados de várias maneiras. Um vestido preto pode ser adequado a diversas ocasiões, só variando os acessórios. Colares, braceletes, bolsas, óculos, lenços: são muitas as opções. Mas não precisa usar todos de uma vez, é claro!

Experimente até encontrar a opção que mais lhe agrade e que esteja de acordo com a sua personalidade. Leggings e camisetas podem sair do básico e se tornar algo mais fashion se você acrescentar um óculos escuros e um ugly sneakers, por exemplo. 

Não siga apenas o que é tendência

Evite gastar com peças que usará apenas por alguns meses e que, muitas vezes, não têm a sua cara. É legal seguir tendências e ficar na moda? É. Mas é mais legal ainda se sentir bem consigo mesma.

Powered by Rock Convert

Além disso, se você se prender muito às tendências, acabará tendo que renovar o guarda-roupa a cada temporada, o que representa gastos e um trabalho desnecessário, ainda mais em meio aos cuidados com o recém-nascido.

Evite estampas

Tendo em vista a dica anterior, vale a pena apostar em peças lisas e com cores neutras. As estampas precisam ser usadas com cautela, e não é nem por aumentar ou diminuir as curvas do corpo, mas sim porque elas chamam atenção e, com isso, fica mais difícil repeti-las. Mas se você não vive sem estampas, siga seu estilo.

Para ter um guarda-roupa prático, o melhor mesmo é aproveitar os looks que não saem de moda e que podem ser constantemente repaginados com o auxílio de acessórios e sobreposições.

Invista na terceira peça

Não dá para falar de dicas de moda para gestante sem falar na terceira peça, a melhor amiga de uma gravidinha. Com ela, você disfarça o quadril, alonga a silhueta e ainda mantém seu estilo, pois pode continuar usando as suas roupas preferidas por baixo.

Por isso, use e abuse de coletes, cardigãs e kimonos. Além de serem responsáveis por um visual incrível, essas peças são extremamente versáteis e práticas: dá para ir para um passeio casual com um vestidinho e, de lá, partir direto para o trabalho colocando um kimono por cima para deixar o look mais social

Ah, a terceira-peça ainda é uma excelente carta na manga para driblar uma queda de temperatura ou o ar-condicionado. E o melhor: continua confortável mesmo quando a barriga vai dando as caras. 

Coloque o conforto em primeiro lugar

Conforto é prioridade! Embora algumas mulheres passem esse período sem um pingo de mal-estar, é bastante comum que os sintomas da gestação não sejam lá um mar de rosas. Portanto, as roupas leves e confortáveis ajudam a equilibrar um pouco essa balança.

E isso vale também para os calçados da gestante! Lembre-se de que sapatilhas, rasteirinhas e tênis estão super em alta e são excelentes para esse momento. Na reta final da gravidez, é normal que os pés fiquem mais inchados, por isso, calçados confortáveis são grandes aliados. 

Opte por marcas especializadas

Apesar dos conselhos que demos até aqui — que vão ajudar a usar suas roupas mesmo com o barrigão —, a compra de novas peças próprias para esse período acaba sendo inevitável na hora de adequar seu guarda-roupa para a gravidez.

Em relação a isso, a dica é montar seus looks em lojas especializadas na gestação. Afinal, marcas feitas especialmente para gravidinhas entendem muito mais sobre as necessidades da mulher nesse período. Aproveite para garimpar peças para amamentação. Mas sempre pense no depois, ou seja, peças que poderão ser usadas depois da amamentação. O mercado de moda gestante evoluiu muito nos últimos anos. Está bem bacana!

Não se esqueça da lingerie

Por fim, não se esqueça da lingerie na hora de adequar seu guarda-roupa. As peças de baixo nem sempre são uma preocupação da mulher na gravidez, mas o fato é que investir em sutiãs e calcinhas mais confortáveis nesse período faz toda a diferença para o bem-estar da futura mamãe.

Por exemplo, com as mudanças nos seios que ocorrem na gravidez, eles podem ficar maiores e mais pesados. Então, sutiãs com alças mais largas dão sustentação e ajudam a aliviar um pouco a dor nas costas. 

Com essas dicas de moda para gestante, você viu que não precisa deixar sua autoestima e seu estilo desaparecerem só porque seu corpo vai passar por mudanças, né? Basta ter um pouco de criatividade para continuar utilizando suas roupas preferidas e apostar em composições estratégicas.

Gostou do conteúdo? Então, entre em contato com a gente e confira nossas peças incríveis para essa fase (e depois dela, lógico)!

 

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Mammybelt

Deixar comentário.

Share This